Thursday, July 10, 2014 CfA-Smithsonian press release on Solar Twins revealed by Kepler ESA anuncia a nova missão de busca por exoplanetas. O GE3-UFRN faz parte! G3-UFRN participa da descoberta de estrela gêmea com o VLT@ESO CoRoT Mission unveil the Future of the Sun O que dizem as gêmeas do Sol Gemini

O Grupo de Estrutura e Evolução Estelar da Universidade Federal do Rio Grande do Norte é parte integrante da Base de Pesquisa em Astrofísica e Cosmologia da UFRN, ligado ao Programa de Pós-Graduação em Física. Este grupo conta atualmente com 13 membros, dentre os quais 2 professores doutores ligados ao Departamento de Física Teórica e Experimental (DFTE), e vários alunos de graduação (bolsas IC) e pós-graduação (bolsistas de mestrado e doutorado) e pós-doutorandos. Para mais informações envie uma mensagem para o professor José-Dias do Nascimento Jr. (Líder do Grupo) através do email:

Meios observacionais e Teóricos do Grupo

Nosso grupo tem importantes resultados teoricos e observacionais publicados nas principais revistas internacionalmente indexadas. Nossos resultados utilizam meios observacionais (telescopio e instrumentação) disponibilizados pelo LNA, ESO e meios provenientes de nossa rede internacional de colaboradores. Nos últimos anos temos utulizado dados das missões espaciais CoRoT e KEPLER. Desde 2004, estabelecemos na UFRN a linha de pesquisa de estudo de estrelas gêmeas e análogas solares através de diversas técnicas teoricas e observacionais.

Como se tornar um astrofísico/astrônomo?

Descobrir como o universo funciona é sem duvida uma experiência incrível e compartilhar essa informação também é uma fonte de muita satisfação. A Astrofísica/Astronomia é uma excelente maneira de participar de um mundo de descobertas. Basicamente os pesquisadores Brasileiros ligados a área de Astronomia e Astrofísica são oriundos dos cursos de formaçao em Física. Seguindo a formação clássica, é requerido uma pós-graduação, (mestrado e doutorado em Astronomia, Astrofísica ou em Ciências Espaciais).

 

12 de setembro, às 10h, no Auditório do DFTE ==> Defesa de Dissertação de Mestrado

 

Título: "Avaliando a Distribuição de Massa e a Ocorrência de Exoplanetas Jovianos nas Estrelas Subgigantes", Por Ed-Ek Soares da Silva

 

 

---------------------------------------------------------------------------------

 

11 de Setembro de 2014. Seminário do Professor Dr. José Dias do Nascimento Jr. - líder do grupo GE3 - no Instituto Internacional de Física (IIF). Às 10h30, na sala de seminários do IIF. Confira aqui.

 

Título: Rotação e idades de estrelas Análogas e Gêmeas Solares: Desvendando a idade dos exoplanetas do tipo Terra

 

 

---------------------------------------------------------------------------------

 

10 de Julho de 2014: Usando o telescópio Kepler, equipe internacional liderada pelo astrônomo brasileiro José-Dias do Nascimento Jr. do G3/DFTE/UFRN anuncia nesta quinta-feira uma nova amostra de estrelas gêmeas solares com idades determinadas. Confira aqui.

 

CfA-Smithsonian press release.

 

 

---------------------------------------------------------------------------------

24 de abril, às 15h, no Auditório do DFTE ==> Defesa de Dissertação de Mestrado

 

Título: "Estudo do Fluxo de Neutrino Solar com o Código Evolutivo de Toulouse - Geneva", Por Flávio Maux Vianna da Silva

 

 

---------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

24 de abril, às 10h, no Auditório do DFTE ==> Defesa de Dissertação de Mestrado

 

Título: "O Enigmático Problema das Gigantes Ricas em Lítio e as Perspectivas Com Satélite Kepler", Por Bruno Lustosa de Moura

 

 

---------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

20 de Fevereiro de 2014: Agência Espacial Europeia anuncia que o PLATO será a próxima missão científica de busca por planetas. O GE3 da UFRN é parte integrante da missão. Confira aqui.

 

ESA TODAY: Planet-hunting PLATO will be our next medium-class science mission

 

 

---------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

20 de novembro, às 14h, na Sala PROIN (DFTE, UFRN) ==> Defesa de Dissertação de Mestrado

 

Título: "Atividade cromosférica, abundância de Li, rotação e idade das estrelas análogas e gêmeas solares", Por Francys A. da Silva

 

 

---------------------------------------------------------------------------------

 

 

 

5 de novembro, às 16h, no Auditório Prof. Otto de Brito Guerra (Reitoria UFRN) ==> XXIV CIC/CIT da UFRN. Abertura oficial

 

Palestra: "Os novos mundos do cosmos: das Gêmeas solares aos planetas extra - solares do tipo terra”, Prof. José Dias do Nascimento Jr.

 

 

---------------------------------------------------------------------------------

 

 

Comunicados de imprensa do Grupo (our international press releases):

 

CFHT/CNRS, 4 Nov. de 2013: New International Press-Release: O Brasil na corrida para a deteção de exoplanetas habitáveis: O espectropolarímetro SPIRou irá revelar novos mundos habitáveis, e conta com a participação da UFRN.

 

spirou1

Como nascem as estrelas e seus planetas? Qual é a importância do campo magnético neste processo de formação? Será a Terra um dos únicos planetas na Via Láctea com água líquida em sua superfície ou haverá muitas outras Terras? Essas são apenas algumas das muitas questões que afrontam os astrônomos da atualidade e que o instrumento SPIRou propõe investigar profundamente na próxima década.

------------------------------------------------------------------------------------

 

ESO, Agosto de 2013: Identificada a estrela gêmea do Sol mais velha conhecida até hoje: O VLT do ESO fornece novas pistas que ajudam a solucionar o mistério do lítio

An international team led by astronomers in Brazil has used ESO’s Very Large Telescope to identify and study the oldest solar twin known to date. Located 250 light-years from Earth, the star HIP 102152 is more like the Sun than any other solar twin — except that it is nearly four billion years older. This older, but almost identical, twin gives us an unprecedented chance to see how the Sun will look when it ages. The new observations also provide an important first clear link between a star’s age and its lithium content, and in addition suggest that HIP 102152 may be host to rocky terrestrial planets.

-------------------------------------------------------------------------------------

Subaru, Maio de 2013: Observações com o Telescópio Subaru e a Missão Espacial CoRoT Revelam o Futuro do Sol.

 

Subaru Telescope Observations and the CoRoT Mission Unveil the Future of the Sun

A team of astronomers led by Jose Dias do Nascimento (Department of Theoretical and Experimental Physics, Universidade Federal do Rio Grande do Norte [DFTE, UFRN], Brazil) has found the farthest known solar twin in the Milky Way Galaxy-- CoRoT Sol 1, which has about the same mass and chemical composition as the Sun. Spectra from the High Dispersion Spectrograph (HDS) on the Subaru Telescope showed that CoRoT Sol 1 is about 6.7 billion years old while space-based data from the CoRoT (Convection, Rotation and planetary Transits) satellite indicated a rotation period of 29 +/- 5 days. This newly discovered, evolved solar twin allows astronomers to uncover the near future of our solar system's central star--the Sun.

Astrônomia Astrónomia astrofísica UFRN gêmea solar magnetismo estelar KEPLER CoRoT, evolução estelar, UFRN, DFTE SAB new suns Sol Sun Subgigantes planetas extra-solares extrasolares rotação, abundancia, Lítio

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer